Papo de amiga - Gordofobia

Leia mais

Chegou a hora de sair da Neblina

Leia mais

O poder do Óleo de Rícino

Leia mais

10.5.13

Homenagem ao dia das Mães


Sinceramente ainda é cedo para postar algo sobre isso pois o dia das mães é domingo (12/05)
mais para homenagear todas as mães deste mundão eu aposto que muitos pensam como eu, que  não há dia, hora ou local, pois todos os dias são delas, elas merecem ser homenageadas
a cada manhã e a cada dia que passa !


(Eu e minha linda mãe).

Decidi postar como homenagem a este dia tão especial um poema de Carlos Drummond de Andrade.

Poema: Para Sempre

Por que Deus permite

que as mães vão-se embora?
Mãe não tem limite,
é tempo sem hora,
luz que não apaga
quando sopra o vento
e chuva desaba,
veludo escondido
na pele enrugada,
água pura, ar puro,
puro pensamento. 

Morrer acontece
com o que é breve e passa
sem deixar vestígio.
Mãe, na sua graça,
é eternidade.
Por que Deus se lembra
- mistério profundo -
de tirá-la um dia?

Fosse eu Rei do Mundo,
baixava uma lei:
Mãe não morre nunca,
mãe ficará sempre
junto de seu filho
e ele, velho embora,
será pequenino
feito grão de milho.


Carlos Drummond de Andrade

-x-

Espero que este domingo seja especial para todas as mães, que elas compartilhem com seus filhos e famíliares a alegria de partilhar de uma família!

Feliz dia das Mães !


0 Comments:

Postar um comentário

 
Posts Relacionados