Trend: Moda praia 2017/8

Leia mais

Diga não a Gordofobia

Leia mais

Trend: Tropicalismo

Leia mais

21.11.13

Um novo vicio chamado City and Colour


Boa Tarde meus lindos .
Hoje vim aqui falar de uma banda que foi só eu conhecer para me apaixonar .
City And Colour !
Borá conhecer um pouquinho mais sobre ! :)
Tudo começou com Dallas Green (líder, vocalista e guitarrista do City And Colour), e não tem como falar de Dallas e não lembrar da lendária banda Alexisonfire.
Se você perguntar para muitas bandas que estão no topo das paradas, quem é Alexisonfire, muitos irão responder que o grupo foi a influência e foi onde tudo começou.
 Bom mas estamos aqui para falar do City And Colour e não do Alexisonfire, bem lembrado.
Muito antes de Dallas fundar o C&C (como muitos conhecem pelas siglas) e também muito antes dele fazer parte do Alexisonfire, em sua adolescência já fazia muitas composições e soltava na mão de fãs.
Após a “banda” ser reconhecida  e de tanto os fãs perguntarem quando iria sair o primeiro EP, e finalmente em 2004 com o nome de City And Colour (que faz referência ao seu verdadeiro nome), ele lançou o primeiro EP com o nome de “The Death Of Me”.
Mas foi só com o primeiro álbum “Sometimes” (2005) que o City And Colour passou a ser reconhecido com o single Save Your Scissors.
Com  o primeiro single Dallas ganhou o prêmio de “escolha de audiência” em 2006 no MuchMusic Video Awards, além do álbum ganhar em 2007 o prêmio de “melhor álbum alternativo” no Juno Awards (o “Grammy Canadense”).
Em 2008 City And Colour lança “Brin Me Your Love” mas Dallas não deixa de lado o “Sometimes”, mas mostra claramente o outro lado meio “country” que você percebe fácilmente em algumas composições, como The Death Of Me.
Percussões, pianos harmônicos (gaitas) completam os acordes simples e a voz extremamente expressiva de Dallas Green nesse álbum. E esse disco também foi o primeiro a contar com uma banda.
E em 2011 a banda lançava seu 3º álbum de estúdio, “Little Hell”.
Antes do lançamento do disco, Dallas declarou em uma entrevista: “Faço música para as pessoas chorarem e não para elas ficarem felizes e dançarem”. A expectativa era de um CD triste porém comparado com os outros, “Little Hell” é um tanto quanto animado.
Na minha opinião, o álbum “Sometimes” transcreve tudo isso que Dallas citou na entrevista acima, por ser só violão e gaita na maioria das músicas, as composições são realmente tristes, se você estiver naquele dia péssimo, “na bad”, você irá refletir muito sobre a vida.
Em Junho o City And Colour lançou o seu 4º álbum de estúdio intitulado “The Hurry And The Harm”, e o primeiro  single, se chama Thirst (assista o lyric video abaixo).

E agora ouça alguns dos meus já favoritos!




E a minha favorita de todas <3 


Espero que gostem .
Agradeço a indicação da banda ao Fernando #QueTrabalhaComigo.

Beijos :*


0 Comments:

Postar um comentário

 
Posts Relacionados