Diga não a Gordofobia

Leia mais

Retrospectiva 2017 (+ lidas)

Leia mais

Papo de amiga - Vamos ser felizes em 2018

Leia mais

20.10.14

Seria uma Lenda? - Poema por Dario Cabral


Boa tarde amores, hoje é Dia do Poeta e decidi homenagear essas pessoas que levam de certa forma beleza para a nossa vida! 
Achei certo escolher uma pessoa que eu conheço, que acompanho seus poemas para mostrar para vocês, para faze-los entrar neste mundo onde tudo é belo, onde tudo nos faz sonhar... 
O mundo da Poesia! 

Poema:
Seria uma Lenda? 

"Dizem que quando o coração se acalma e a noite fica estrelada, sem vento, o mar é sereno e dormente. 
Quando todos dormem, tentam sonhar e sonham, quando as crianças ficam caladas sem fazer bagunça, é neste cenário que apareço, venho caminhando, contando estrelas, fazendo versos, venho passo a passo sem pressa, venho sorrindo. 
Minha capa é longa, seu capuz me cobre o rosto e meu cajado brilha a cada toque com o solo. Venho nos desejos de esperança, nos desejos de boa aventurança, venho no silêncio das crianças dentro de cada um, a serenidade deste mar é minha estrada, o manto de estrelas em céu limpo apenas alo do meu pensar, é venho caminhando, sorrindo e feliz vou batendo o cajado no solo. 
Quando encontro um pensamento aberto entro, alimento de amor o coração, deixo a paz, e me vou cantarolando versos de amor pela noite ainda criança. 
E naqueles que se encontram calados e trancados nas dores tantas, bato o cajado, troco o sonho, semeio a alegria, é o meu caminho, é minha a guia, sou a esperança de muitos e o desejos de poucos, sou aquele que vem em noites de luar, sou etérico, sou real, sou fantasia, sou sonho de amor. 
Lá na beira da praia, quando um ou outro pescador se deixa levar pela fome, levo o peixe, sacio a fome, amparo a família, lá no campo em noites sem geada amparo o gado que dorme em relento, farto sua fome, replanto as flores, deixo a coruja feliz, que pia e gargalha, mas só quando há esperança venho, mas só assim sou vivente, sou semente de amor. 
Quando um filho nasce, e a alegria se espalha, eu sou o sorriso largo, sou a esperança no novo vivente sou dele o mundo o seu amparo, sou seus sonhos de amor. Mas nem todos creem, nem todos querem, nem todos desejam da esperança o seu abraço, nestes sou aquele que caminha lado a lado, triste, e cabisbaixo, espero um sinal no coração, espero o momento certo, e quando vem; 
Ah! quando vem, as estrelas brilham mais e se notam cadentes no céu brincando de tanta alegria, piscam todas, Ah! quando quando vem este sinal de pedido em esperança, as ondas do mar se dão todas em canto a cantar, se espalham em véu nas areias, num vai e vem sem parar, limpando as páginas para que eu escreva sobre amar. Todo transformado, tudo encaminhado, sigo meu caminho na noite a cantar, bato o cajado no solo e são tantos os sacis, são tantos os bois tatas, fantasia? Ah! quem dera fosse, é só observar nas noites de estrelas se uma cruzar os céus sou eu indo daqui pra lá, sim sou eu com meu cajado brincando com as estrelas só para te fazer sonhar."


Vou deixar aqui pra vocês o contato deste grande escritor, para que possam acompanha-lo em rede social! 
Vale lembrar que ele também tem livros publicados, e é um Escritor aqui de Imbituba! #orgulho.

Queria agradecer a ele por ceder um dos seus textos e parabenizar pelo seu dia, assim como quero parabenizar a todos os grandes poetas que conheço, admiro e que estão na lista dos meus mais lidos. 
Parabéns pelo trabalho magnifico de tocar o coração das pessoas, de faze-las felizes com algumas palavras! 

Parabéns Poetas \o/

Espero que gostem, beijinhos :* 


0 Comments:

Postar um comentário

 
Posts Relacionados