Diga não a Gordofobia

Leia mais

Sorteio de Réveillon

Leia mais

Papo de Amiga - Morar "sozinha"

Leia mais

29.5.15

Indicação de Filme: Livrai-nos do Mal

Seguindo indicações assisti o filme "Livrai-nos do Mal", morri de medo boa parte do filme, mais também adorei a historia! 

A resenha abaixo é do Site "Pausa Dramática", Link no final do Post! :)

Realmente acho muito possível que se já tivessem inventado (oficialmente) o mash up de filmes e alguém resolvesse misturar Seven e O Exorcista o resultado seria algo bem parecido com Livrai-nos do Mal. #Medo


Sinopse: Sarchie, um oficial da polícia de Nova Iorque, em luta com os seus próprios problemas pessoais, começa a investigar uma série de crimes perturbantes e inexplicáveis. Ele alia-se a um padre pouco convencional, experiente nos rituais do exorcismo, para combater as terríveis e demoníacas possessões que aterrorizam a sua cidade. Inspirado no livro que detalha os aterrorizadores casos reais investigados por Sarchie.


Um misto eficiente de ‘filme de investigação’ com ‘filme de possessão’, o longa que conta com Eric Bana encabeçando o elenco satisfaz nos quesitos principais das duas categorias: tem descobertas de pistas enigmáticas, tem mistérios escondidos, mentiras do passado e, claro, sustos e vozes perturbadoras! #MuitosSustos

Bana (de Munique, Hulk e Star Trek) interpreta Sarchie, um policial responsável pela ronda noturna e que se ocupa, basicamente, de casos de violência doméstica. Acompanhado por Butler (o comediante Joel McHale, de Community), encarregado das piadinhas, ele é o policial mauzão da dupla. 
Casado e com uma filha pequena, Sarchie acredita possuir um “radar” para casos perigosos que, como o amigo salienta, geralmente lhe rendem pontos e cicatrizes. 
É numa ronda dessas, atendendo a um chamado aparentemente simples de violência, que os policiais vão se deparar com o início de um mistério que envolverá um deles mais diretamente.

Baseado em relatos reais, a história de Livrai-nos do Mal intriga e vai nos dando pistas e cenas de arrepiar enquanto Sarchie vai desvendando o mistério e se aproximando do padre Mendoza (Édgar Ramirez, de O Ultimato Bourne e A Hora Mais Escura), que parece ter a explicação para muitos dos fenômenos que o policial presencia.


Com algumas cenas mais assustadoras que a média (como a cena na jaula dos leões e a com a corujinha de pelúcia), o filme não foge de vários clichês dos dois gêneros que toma como fonte.

O filme é adaptado do livro “Beware the Night”, escrito pelo próprio policial Ralph Sarchie em parceria com Lisa Collier Cool. Uma auto-biografia que conta como ele, hoje em dia aposentado após uma longa carreira policial, enfrentou o sobrenatural em seus dias de plantão na polícia de Nova York, mais especificamente no bairro do Bronx. Como o carrancudo policial autor do livro, Eric Bana não entrega uma performance arrebatadora, é bem verdade. Nem o restante do elenco, mas o que se espera de um filme de terror não é necessariamente interpretação de seus atores. Raros são os casos em que ela se sobressai a uma história eficiente e realmente envolvente.


Com a enorme leva de filmes do gênero que vem pipocando quase todo mês nos cinemas, é realmente difícil se surpreender ou encontrar alguma novidade. 
Mas ao misturar a investigação policial com o horror, o diretor e roteirista Scott Derrickson (que também assina direção e roteiro do ótimo A Entidade e de O Exorcismo de Emily Rose – outro filme que mistura gêneros) cria um longa acima da média geral. 

O ápice do filme é aterrorizante, por mais que previsível, e as explicações do mistério são suficientes para satisfazer o público. Só por estas últimas afirmações já dá pra dizer que vale a pena perder seu tempo e levar alguns sustos na frente da TV! :) 



Com certeza o filme em questão nos arranca algumas risadas, nos deixa com muita curiosidade mais acima de tudo com muito medo! 

Eu indico: ✭ ✭ ✭ ✭ ✭

Bom fim de semana povo :)

0 Comments:

Postar um comentário

 
Posts Relacionados