Fiz um Book Fotográfico, por Tainan Amorim

Leia mais

Papo de amiga - Gordofobia

Leia mais

Ser reservado não é tão ruim

Leia mais

21.12.15

Precisamos falar sobre... The Blues Brothers

Hi guys!
Como costumo não ser uma pessoa que sai para a balada no fim de semana, uso esse dois dias para postar um capítulo novo da minha fic atual, dedico tempo a outros projetos de fics e assisto muitos filmes. Em um desses finais de semana, fui procurar algum musical que já não tivesse visto... Após 30 minutos de procura, deparei-me com o título "The Blues Brothers" (estou em uma fase muito Jazz & Blues!) e claro, logo o coloquei para carregar.

Da mesma maneira que fico contente em acertar em uma escolha de livro sem qualquer pesquisa anteriormente, devo confessar que fiquei felicíssima em ter escolhido esse musical para o meu entretenimento de fim de semana.

Ele está na lista de bandas e filmes que eu adoraria ter conhecido antes.Se alguém aqui é fã de Dan Aykroyd e John Belushi, não pode deixar de ler este post! =)




Sinopse:
Os ícones do humor JOHN BELUSHI e DAN AYKROYD estrelam este cômico musical, como Jake e Elwood Blues, dois irmãos buscando a salvação, sem nenhum dinheiro, mas com um valise de muita fé. Quando descobrem que o orfanato em que foram criados será fechado, a menos que os impostos da propriedade sejam pagos em um prazo de 11 dias, eles decidem arrecadar o dinheiro, reunindo novamente sua banda de blues e fazendo um grande show.


Como se trata de um filme dos anos 80, é bem difícil de encontrar o trailer oficial e legendado.


Inicialmente pensei que se tratava de um filme maluco, onde juntaram músicos e atores com ótimas vozes, gingado e muito talento para filmar, além de reuni-los no dia da estréia. Ponto final. Achei que era só isso, um bando de loucos talentosos, fazendo um musical regado de canções que marcaram gerações. Bem, a verdade é que a banda existiu e fez muito sucesso nos Estados Unidos!

Segundo as minhas pesquisas, The Blues Brothers foi fundada pelos dois comediantes Dan Aykroyd e John Belushi em 1978 para fazer parte em um dos quadros do programa SNL (Saturday Night Live). Eles interpretam Jake e Elwood Blues, vocalistas de uma banda de Blues&Soul - que por sinal, reúne integrantes de peso - na era da discoteca. A partir da sua primeira aparição, a banda caiu na graça do público e virou um verdadeiro fenômeno... Abriram o show do genial Steve Martin, gravaram discos, fizeram muitos shows, o filme, turnê e até houve um "Blues Brothers Bash" no tão aguardado show de intervalo do Super Bowl em 1997. Para a tristeza de todos os fãs, a turnê, o show no Super Bowl e a continuação do primeiro filme, não contaram com a participação de Belushi, pois no dia 5 de março de 1982 ele morreu depois de ter uma overdose de cocaína e heroína, aos 33 anos.




Quatro palavras definem o filme: REDENÇÃO, ESTILO, CONFUSÃO E MÚSICA... MUITA MÚSICA.

Tudo começa com a liberdade condicional de Jake  e o seu irmão indo buscá-lo em frente ao portão da prisão, que já pensa em tentar mantê-lo longe de encrenca por um bom tempo sob sua custódia. Como havia prometido que visitaria a freira após ter sua tão sonhada liberdade, Elwood o obriga a cumprir a promessa e logo descobrem que o orfanato onde cresceram será fechado. É claro que não hesitam em oferecer ajuda a ela com o dinheiro, afirmando que conseguiriam em poucas horas. A pinguim - apelidada carinhosamente pela dupla - lhes responde um duro "não" e acabam levando uma surra daquelas com uma régua por conta do linguajar nada politicamente correto dos irmãos Blues.

Depois de serem expulsos da assustadora sala da freira, ambos topam com Curtis Salgado (Cab Calloway), o zelador responsável por colocá-los no caminho artístico, que mostra todo apoio a opinião da diretora do orfanato em relação a redenção deles. Ela aceitaria a ajuda só se fosse com dinheiro honesto! Portanto, Curtis sugere que busquem respostas na igreja, durante discurso do Reverendo Cleophus James (James Brown) e é justamente lá, diante de uma divindade do rock que os dois vêem a luz... Com a missão definida e confiantes de que Deus estava os acompanhando, eles não deixariam que nada e nem ninguém interrompesse o longo caminho que iriam percorrer. 

Não se pode esperar nada menos que muitas confusões, não é? (Risos)




Bem como eu mencionei no início deste post, resolvi ver sem qualquer pesquisa e claro que gerou muitas surpresas ao longo musical no momento em que meus olhos toparam com famosos como Cab Calloway, James Brown, Aretha Franklin, Ray Charles, Carrie Fisher e muitos outros.

O embalo da trilha sonora do início ao fim, o figurino que provavelmente o Quentin Tarantino se inspirou no filme Cães de Aluguel, os chapéus, as danças exóticas, a trama maluca, as perseguições alucinantes, vingança frustrada e as participações incríveis foram os motivos para incluí-lo na minha extensa e valiosíssima lista de vícios. Sério, gente, eu amo tudo relacionado à eles e sim... 
John Belushi fez muita falta no meio dessa turma! <3

Querem uma lasquinha do que aguardam vocês?



(Gif: gifmania.com.br/ pinterest.com          Foto: cyber-cinema.com)

Prometo que quando eu assistir a continuação, venho compartilhar com vocês.

Espero que tenham gostado! Até mais!

P.S.: Gostaria de deixar os meus sinceros agradecimentos ao gênio que decidiu pôr o título "Os Irmãos Cara de Pau" ao invés da tradução literal do original. ¬¬

0 Comments:

Postar um comentário

 
Posts Relacionados