"SER MÃE É..." post parceiro

Leia mais

Receita Rápida - Mousse de Maracujá

Leia mais

Girlboss

Leia mais

4.1.16

A Morte do Indiozinho

Hey Guys, hoje o texto não é feliz, assim como a postagem! 
Semana passada aconteceu um fato aqui em Imbituba muito triste onde uma criança índia foi assassinada e claro, toda a cidade lamentou a morte deste anjo.
Quando li o texto da Anny Caroline Siqueira eu deixei lagrimas correrem e meu coração se apertou. 
Decidi compartilhar com vocês! 


"Chove porque a terra, as plantas e os rios pedem água ao céu, e o céu entende. 
Ele recebe todos os pedidos em forma de gases e vapores e então executa sua função natural. 
Mas hoje resolvi dar um sentido especial para a chuva. 
O céu chove em forma de pranto pela vida de um pequeno índio que bebia o leite de sua mãe nas ruas de Imbituba. Os relâmpagos parecem o rugido feroz do coração da mãe que teve seu tesouro arrancado dos braços. E os meus olhos também desaguam com tamanha injustiça, cujos detalhes já estão espalhados por centenas de bocas e dedos. 
Acredito que vi este menino ontem, imitando um animal de quatro patas, e de relance realmente parecia um. Mas quando olhei, era um menino de cerca de dois anos. Sorri por ter me confundido, enquanto ele fazia suas coisas de menino na calçada e todos passavam apressados. 
Por que o bem é tão sutil, e o mal é tão brutal? Talvez a gente encontre as respostas em milhares de poemas, mas talvez todos os poemas não tenham absoluta certeza de suas expressões, e é bom mesmo que ninguém tenha certeza de nenhum mistério. 
Fica a dúvida, o desejo de saciá-la conforme os anos passam, e a vontade de ficar um bom tempo sem más notícias. 
Mas prestem atenção que é verdade, quando o bem se levanta no coração das pessoas, o mal também faz a sua parte. Ah, dezembro..."

Texto por: Anny Caroline Siqueira Carvalho, dia 30 de Dezembro de 2015 (Link Original)

Áudio por Layse Rezende: A Morte do Indiozinho 

#Lágrimas


Não pudia deixar passar em branco algo tão terrível e doloroso assim. 
Onde nosso mundo e nossa cidade irá parar? 
Onde vamos parar quando pessoas como este jovem de 23 anos comete crimes como este sem ao menos um verdadeiro motivo?! 

Dor, raiva, indignação marcaram o mês de Dezembro para aqueles que se importante o minimo que seja com a vida alheia.

Sem mais... #QueremosJustiça 

Nós acompanhe também:

0 Comments:

Postar um comentário

 
Posts Relacionados