Papo de amiga - Gordofobia

Leia mais

Chegou a hora de sair da Neblina

Leia mais

O poder do Óleo de Rícino

Leia mais

22.2.16

Dicas de Documentários

Hi guys!

Vocês já estão cansados de saber que eu sou apaixonada pelo universo cinematográfico, certo? Sempre trago dica de filmes, trilhas sonoras e etc. Foi então que essa semana percebi que nunca fiz um post com dicas de documentários para vocês e não sei se concordarão comigo, mas tal como ler, todo mundo deveria tirar um tempinho para assistir um de vez em quando. 

Por isso, depois assistir a muitos documentários antes e agora com a Netflix assinada (Netflix é vida!), resolvi fazer uma pequena lista com os melhores documentários que assisti nas últimas semanas.

Espero que gostem!


Hearts and Minds (Corações e Mentes) - 1974


Sinopse:
Uma investigação sobre a Guerra do Vietnã, através de imagens da guerra e entrevistas com ex-combatentes americanos e sobreviventes vietnamitas, analisando assuntos como a duração do conflito, o militarismo e o racismo entranhado na cultura dos Estados Unidos.


Esse foi o primeiro documentário que teve a coragem de mostrar o outro lado dessa guerra horrorosa, que ocasionou o massacre de inúmeros inocentes. Esteja preparado para imagens chocantes e depoimentos que fará seu coração se partir em pedacinhos, além de fazer surgir uma indignação sem tamanho.
Mereceu vencer o Oscar de melhor documentário!


Em Busca de Iara - 2014


Sinopse:
Este documentário relata a trajetória excepcional de Iara Iavelberg. Apesar de ter uma situação financeira confortável, ela decidiu abandonar a família e investir na luta armada durante a ditadura militar. Iara teve uma relação amorosa com o capitão Carlos Lamarca, e morreu em 1971, aos 27 anos de idade.


Aqueles que deixaram de lado tudo o que tinham e deram suas vidas pela liberdade de todos, devem ter suas histórias ouvidas. Vocês precisam conhecer a história da valente Iara Iavelberg agora.


Nanking - 2006


Sinopse:
A história da invasão japonesa em Nanking, China, nos primeiros dias da Segunda Guerra Mundial. Como parte da campanha para conquistar toda a China, os japoneses submeteram Nanking, então ainda a capital chinesa, a meses de bombardeios aéreos. Quando a cidade finalmente caiu, o exército japonês matou e violentou de forma descomunal. No meio do caos, um pequeno grupo de ocidentais reuniu-se para estabelecer uma Zona de Paz, onde mais de 200 mil chineses encontraram refúgio. Desarmados, esses missionários, professores universitários, médicos e empresários – entre os quais um nazista chamado John Rabe – testemunharam os eventos, enquanto arriscaram suas próprias vidas para proteger os civis da carnificina. A história é contada por meio de emocionantes entrevistas com sobreviventes chineses, imagens de arquivo, fotos dos acontecimentos e testemunhos de soldados japoneses. Atores famosos reencenam algumas das passagens apresentadas no filme.


É desolador assistir, ouvir e também tentar imaginar sentir na pele tudo que o povo chinês de Nanking passou, principalmente por saber que existem pessoas que não acreditam que isso tenha ocorrido, bem ao estilo de quem defende a hipótese de que o holocausto não aconteceu. Assim como é lindo ver que existiram pessoas, até mesmo um nazista, que defenderam os refugiados. Vale muito à pena assistir!


Mea Maxima Culpa: Silence in the House of God (Mea Maxima Culpa: Silêncio na Casa de Deus) - 2012


Sinopse:
Este documentário analisa os casos de pedofilia dentro da Igreja Católica, seguindo os traços que vão desde o primeiro caso relatado até a reação do Vaticano aos fatos.

Esse é um tipo de documentário que alguns parentes meus jamais veriam, pois ao contrário do que muitos dizem, existem ovelhas negras em qualquer ambiente, inclusive na Igreja Católica. A principal questão aqui é: 
O que os “poderosos” fazem a respeito quando descobrem um caso de pedofilia?


Winter on Fire: Ukraine's Fight for Freedom - 2015


Sinopse:
Documentário que tem como pano de fundo os conflitos na Ucrânia, no período de 2013 e 2014 - principalmente as manifestações dos movimentos estudantis.

Um exemplo de coragem e resistência, que não se deixam enganar pelos “aliados”, muito menos aceitam acordos diferentes do que planejam. Esse documentário, também como o da Iara, dá uma aula de lutar por um futuro melhor e não fugir quando o seu oponente usa as táticas mais desprezíveis para ganhar. Eu comemorei, me indignei, me orgulhei e chorei muito enquanto assistia... Sem dúvida é o meu favorito para vencer a categoria de melhor documentário no Oscar desse ano!



(Gif: wifflegif.com Posters: movies.alphacoders.com/ noticias.bol.uol.com.br/ en.wikipedia.org/ movieinsider.com/ reelnewsdaily.com)


Prometo trazer documentários abordando assuntos variados da próxima vez e com conteúdos um pouco mais "leves", pois sei que existem muitas pessoas que se incomodam com certos temas.

Vocês já assistiram algum desses? Tem algum documentário para me indicar? Não hesitem em comentar. :) 

Até mais!

0 Comments:

Postar um comentário

 
Posts Relacionados