Papo de amiga - Gordofobia

Leia mais

#Playlist da semana

Leia mais

Wishlist de Aniversário

Leia mais

21.10.16

Manual do Filhote: Mitos ou Verdades

O assunto de hoje é CASTRAÇÃO:


Oláaaa meninas, tudo bem? 
No manual do filhote de hoje, trás um assunto super importante que requer muita atenção das
mamãe de pets!
Ainda surgem algumas dúvidas de muitas pessoas sobre este procedimento.
As pessoas costumam dizer muitas coisas sobre a castração, e a maioria desses fatos não passam de mitos ou boatos. Macho perder masculinidade? Fêmea engordar? Gato ficar mais dentro de casa?
Por isso, chegou a hora de você saber o que é mito e o que é realmente verdade sobre a castração! Leia este artigo e saiba tudo sobre esta atitude responsável.

1. Castração é um ato cruel e brutal

Mito! O procedimento de castração não causa sofrimento no animal. Quando realizada corretamente em clínicas veterinárias por profissionais especializados, é feita com anestesia própria para o corpo do animal, pontos cirúrgicos, medicamentos antiinflamatórios e analgésicos, tudo para um procedimento simples, eficaz e sem grandes sequelas pós-anestesia. Seu cão ou gato passa pela castração sem dor ou grandes riscos!

2. Animal castrado não faz xixi por todos os cantos

Verdade! Problemas de comportamento, como a necessidade de urinar para demarcar território, são reduzidos ou eliminados, assim trazendo uma ótima vantagem que é a diminuição no odor de urina pela casa. No caso das fêmeas, mais uma ótima vantagem é que não terá manchas de sangue pela casa.

3. Castração faz o animal engordar

Mito! Somente o fato de castrar não determina que o cão ou gato engordará ou se tornará obeso. A obesidade acontece devido a vários fatores, como dieta inadequada, ingestão excessiva e incorreta de alimentos, pouca atividade física, hormônios e outros fatores. Um animal perfeitamente saudável não engordará com a castração.

4. A castração reduz riscos de problemas de saúde

Verdade! O risco de animais desenvolverem cânceres (tumores) em idade avançada é bastante reduzido com a castração, que também evita a ocorrência de doenças sexualmente transmissíveis.

5. Castração custa caro

Mito! O valor pago pela castração é com certeza menor do que todo o custo envolvido em criar ninhadas, que ainda poderão acabar no abandono. Além disso, como a castração comprovadamente evita doenças graves, também é possível evitar os altos custos que envolvem um tratamento e cirurgia em um animal com tumor, por exemplo.

Mesmo assim, se o valor de uma castração ainda estiver fora de suas condições financeiras, procure orientação com pessoas que desenvolvem trabalho voluntário com animais abandonados ou em clínicas. Existem diversas campanhas de castração a baixo custo ou até zero, promovido inclusive por algumas prefeituras.

6. Castração faz o macho perder a masculinidade

Mito! Machos castrados não se tornam homossexuais ou “menos machos”. Cães e gatos comprovadamente apenas copulam para procriação e não por prazer. A castração acaba com este instinto de procriar.

7. Castração faz com que o animal “perambule” menos

Verdade! Cães e gatos machos saem atrás de fêmeas no cio e tentam escapar de onde estão para tentar acasalar. Com a esterilização os animais têm menos ânsia de perambular e, portanto, menos chances de sofrerem acidentes, serem maltratados, roubados ou ficarem perdidos.

8. Fêmeas devem ter pelo menos uma cria antes da castração

Mito! Quanto mais cedo a fêmea for esterilizada, menor será a chance de ela desenvolver algum tipo de tumor. O ideal é que a esterilização ocorra antes do primeiro cio.

9. Animal castrado briga menos

Verdade! A agressividade contra outros machos é tipicamente relacionada à disputa pelas fêmeas, sendo, portanto um comportamento relacionado à atividade sexual. Sendo assim,machos castrados brigam menos entre si.

10. Sem filhotes

Filhotinhos são lindos, mas todos sabemos que não há casa para todos eles e o destino que os aguarda é viverem sob péssimas condições ou nas ruas da cidade, sofrendo com a fome, sede, frio e até maus tratos. O número de animais que podem nascer de uma só fêmea ao longo de sua vida reprodutiva é imenso. Com a castração, o número de animais sem dono é reduzido. Você até pode ter para quem doar os filhotes da sua cachorra, mas esta pessoa que pegou um filhote seu poderia estar salvando a vida de alguma animal abandonado na rua. Pense nisso!

O problema da superpopulação de cães de gatos é real e cada vez mais grave segundo a WSPA (Sociedade Mundial para a Proteção dos Animais), uma única cadela com uma vida reprodutiva de 6 anos mais seus descendentes poderá dar origem a 64.000 animais, enquanto uma gata em apenas 2 anos poderá deixar 2.000 descendentes.

Por isso, é muito importante que os donos assumam esta responsabilidade e se comprometam a cuidar dos animais que puder em casa, de forma consciente e racional. Filhotinhos são atrativos, mas pensando no bem deles, o ideal é conseguirmos um lar para os animais que já estão aqui sofrendo com o abandono ao invés de criarmos mais e mais cães e gatos.
E isto vale também para cães de raça!

Muitos cães de raça também são abandonados, principalmente quando chegam à velhice ou desenvolvem algum problema de saúde.


Portanto, seja qual for a raça, porte ou idade de seu cão ou gato, tome uma atitude responsável: realize a castração!


>>> SORTEIO DE 4 ANOS DO BLOG DREAMY FEARLESS <<<

Estamos comemorando nossos 4 anos de Blog e por isso estaremos sorteando o Livro Alice no país das Maravilhas versão Ilustrada para vocês,Que tal participar? 

0 Comments:

Postar um comentário

 
Posts Relacionados