Diga não a Gordofobia

Leia mais

Sorteio de Réveillon

Leia mais

Papo de Amiga - Morar "sozinha"

Leia mais

17.2.17

Erros ao comprar roupas + Dicas


E ai meninas, tudo bom com vocês? 
Quem nunca chegou a uma festa com um look que parecia fora de lugar, ou acabou fugindo da costureira ao adquirir uma peça que claramente precisava de ajustes? Comuns, esses estão entre os erros ao comprar roupas que prejudicam o seu visual e acabam com as chances de uma produção bacana e estilosa. Descubra os mais frequentes e como solucioná-los.


RESERVE PELO MENOS TRÊS SEMANAS PARA OCASIÕES QUE PEDEM LOOKS ESPECIAIS. 

O PROBLEMA: você recebe um convite para um casamento, batizado ou outra situação que precisa adquirir um novo look, e deixa para pensar na última hora. “Isso com certeza é um erro, porque você tem pouco tempo e acaba correndo o risco de não gostar de nada que viu, COMPRANDO ALGO SÓ PELA PRESSÃO, OU DE NÃO CONSEGUIR AJUSTES NECESSÁRIOS”, explica a consultora de imagem e estilo FÊ BASTOS.

A SOLUÇÃO: foi convidada? Então parta já para a ação. “Normalmente é bom procurar na hora, e se for formal TRÊS SEMANAS É O MÍNIMO DE TEMPO. Assim você tem uma semana para procurar, uma para ajustar e uma de reserva caso tenha algum atraso ou problema”, indica.

MANIA POR DESCONTOS


TENHA UMA LISTA DO QUE PRECISA E EVITE COMPRAS POR IMPULSO. 

O PROBLEMA: as lojas entram em promoção e você fica tentada a levar itens só por conta do desconto. “Saem muitos equívocos nessa situação, porque acabamos COMPRANDO ROUPAS QUE NÃO TEM NADA A VER COM NOSSO ESTILO DE VIDA OU PERSONALIDADE, ou que não combinam com o resto do guarda-roupa. Pagou 30% menos, mas jogou dinheiro fora porque a peça vai ficar parada, uma perda de recurso e de tempo”, alerta.

A SOLUÇÃO: resolver esse tipo de “drama” é bastante simples, basta ter sempre em mente o que você precisa e, aí sim, fazer o dinheiro render. “VÁ FAZENDO DURANTE O ANO UMA LISTA COM O QUE VOCÊ PERCEBE QUE FALTA no armário e que está precisando. Anote tudo. Aí dá para aproveitar a época de liquidação para focar nessas peças que você necessita e nas cores que realmente usa e que combinam com o que já tem”, aconselha.

FUGIR DO AJUSTE


PEQUENOS AJUSTES FAZEM TODA A DIFERENÇA EM SUAS ROUPAS.

O PROBLEMA: a grande maioria das roupas não vão ficar perfeitas para sair da loja usando, e em algum momento surgem problemas como uma calça longa demais (que não cabe com nada que você tem) ou mesmo uma manga que ficou fora de lugar. “É MUITO DIFÍCIL TER UMA MODELAGEM QUE SIRVA EM TODOS OS CORPOS, porque cada pessoa tem um formato e características diferentes. Se percebe que precisa de ajustes mínimos, pode comprar e levar, só não vale a pena quando precisa ser praticamente reformada”, esclarece.

A SOLUÇÃO: pegou uma peça que amou, mas percebeu que não está caindo bem em todos os ângulos? Encontre aquela costureira do bairro ou amiga que é boa de agulha. “CÓS E BARRA SÃO AJUSTES COMUNS E QUE PRECISAM SER FEITOS PARA TE VESTIR DE MANEIRA ELEGANTE. Se uma calça ou saia fica perfeita no bumbum, mas sobra na cintura, dá para arrumar rapidamente e é uma boa compra. Separe tudo o que precisa ser reformado e leve, incluindo aquelas mangas bem longas do blazer ou jaqueta”.

NÃO SE VESTIR PARA OCASIÃO

O PROBLEMA: você vai a um lugar que não conhece, e percebe que errou no look. “É um dos erros mais comuns e realmente muito ruim, porque a falta de adequação fica muito evidente e você pode se sentir insegura e não aproveitar a ocasião tanto quando gostaria”, lembra.

A SOLUÇÃO: pesquisa, pesquisa, pesquisa. “É sempre bom checar local e ocasião para se sentir bem, principalmente se desconhece o lugar. Pergunte para quem te convidou ou mesmo dê uma olhada na internet, no site do estabelecimento ou evento ou nas redes sociais”, aponta a especialista.

Espero que gostem das dicas, Beijos :* 

Nós acompanhe também:

0 Comments:

Postar um comentário

 
Posts Relacionados