Novidades na minha Estante - Mês #3

Leia mais

SORTEIO DE DIA DAS MÃES

Leia mais

Talentos

Leia mais

31.5.18

A sutil arte de ligar o f*da-se

Hey guys, como estão?
Já ouviram falar de A sutil arte de ligar o foda-se? é um nome forte né?
A impressão que dá é que vamos pegar tudo e jogar pro alto, todos nossos compromissos, aquele emprego chato, mandar pra aquele lugar o vizinho insuportável e não ligar mais pra nada…

As vezes dá vontade mesmo, sei disso porque muitas vezes quero fazer isso.
E aposto que você também!
Mas ligar o foda-se é muito mais que isso. 
O foda-se é quase um estilo de vida. 
É escolher qual caminho seguir e por quais causas queremos lutar.


Já pensou pelo o quê você quer lutar?

É descobrir que pequenas coisas como estar as pessoas que a gente ama, ler um bom livro ou fazer um passeio no parque é importante na nossa jornada.
É descobrir que resolver problemas é algo prazeroso e que a nossa felicidade depende disso.
É saber que sempre há algo novo para aprender e que o sofrimento faz parte do jogo.

Isso tudo parece uma loucura né?

É um jeito totalmente diferente de levar a vida
Talvez nem você e nem eu tenhamos pensado no outro lado do foda-se, e talvez esse livro sirva para mostrar que a partir do momento em que assumimos a responsabilidade pela nossa vida, tudo começa a acontecer.

“Você já é incrível porque mesmo diante da confusão infinita e da morte certa, continua a escolher com o que se importa ou não. Esse simples fato, essa simples maneira de escolher quais serão seus valores na vida, já faz de você um indivíduo lindo, já o torna bem-sucedido, e já o torna amado. Mesmo que você não perceba.”


Sinopse: Chega de tentar buscar um sucesso que só existe na sua cabeça. Chega de se torturar para pensar positivo enquanto sua vida vai ladeira abaixo. Chega de se sentir inferior por não ver o lado bom de estar no fundo do poço.

Coaching, autoajuda, desenvolvimento pessoal, mentalização positiva — sem querer desprezar o valor de nada disso, a grande verdade é que às vezes nos sentimos quase sufocados diante da pressão infinita por parecermos otimistas o tempo todo.

É um pecado social se deixar abater quando as coisas não vão bem. Ninguém pode fracassar simplesmente, sem aprender nada com isso. Não dá mais. É insuportável. E é aí que entra a revolucionária e sutil arte de ligar o foda-se.

Mark Manson usa toda a sua sagacidade de escritor e seu olhar crítico para propor um novo caminho rumo a uma vida melhor, mais coerente com a realidade e consciente dos nossos limites. E ele faz isso da melhor maneira. Como um verdadeiro amigo, Mark se senta ao seu lado e diz, olhando nos seus olhos: você não é tão especial. Ele conta umas piadas aqui, dá uns exemplos inusitados ali, joga umas verdades na sua cara e pronto, você já se sente muito mais alerta e capaz de enfrentar esse mundo cão.

Para os céticos e os descrentes, mas também para os amantes do gênero, enfim uma abordagem franca e inteligente que vai ajudar você a descobrir o que é realmente importante na sua vida, e f*da-se o resto. Livre-se agora da felicidade maquiada e superficial e abrace esta arte verdadeiramente transformadora.


A sutil arte de ligar o foda-se deu um bug no meu cérebro, terminei o livro sem saber quem eu era, onde eu estava e o que eu deveria fazer depois disso.

Antes de continuar, eu só queria agradecer ao Mark Mansonpor esse tapa na minha cara. Sim, porque ao longo da narrativa era tapa atrás de tapa.

Pra vocês terem uma ideia esse livro tem apenas 223 páginas, é uma leitura relativamente rápida ou deveria ser, mas eu não consegui. Eu precisei ler, parar e refletir a atual situação da minha vida.

E diversas vezes eu me vi perdida em pensamentos, tentando processar todas as informações. Finalmente entendi o significado da palavra priorizar e de muitas outras coisas também.

Pena que nem tudo é perfeito, tive que discordar com algumas coisas que o autor coloca (não vou falar o que porque pode ser spoiler), acho que ele foi radical demais.

✩✩✩✩✩

Enfim, se vocês querem um livro pra pensar leiam A sutil arte de ligar o foda-se, e espero que fiquem loucos como eu fiquei!

Me siga no Instagram e acompanhe minhas aventuras Literárias @tainanamorim_  

Nós acompanhe também:

Nenhum comentário:

Postar um comentário