23.2.18

Papo de Amiga - Relacionamentos Abusivos

Oi, oi, oi, como vai você?

Espero que esteja bem e espero que nada do que eu escreva aqui você se identifique, ou identifique em alguém próximo a você. Sabe por quê? Porque eu quero falar de relacionamentos abusivos.

Um relacionamento tóxico e abusivo não precisa ser afetivo, namoro ou peguete, não ele pode ser uma amizade, pode ser familiar, pode ser profissional, enfim, qualquer relacionamento pode ser abusivo. Mas você já deve saber disso, ter lido isso, ou algo assim.


 (Abusos não precisam ser físicos para causar danos.)

O complicado desses relacionamentos é você saber se é abusivo, é você demarcar, principalmente quando acontece com você. É muito mais fácil a gente enxergar de fora. Só que é extremamente difícil separar o que é ou não abusivo. Hoje, estamos em um tempo em que nada pode, as pessoas confundem muito as coisas, para muitos tudo é “mimimi”, nada pode, tudo é errado e é muito complicado você estabelecer limites entre o que é “mimimi” e o que é abuso, o que, de fato, é errado.

Quando há violência, é mais fácil, violência é sempre errada!

Mas e o resto? E o abuso emocional e psicológico?

 O problema é, as vezes a outra pessoa quer te mudar pois você tem alguns defeitos ruins, alguns pontos baixos que incomodam. “Ah... mas tem que me aceitar como eu sou! Me conheceu eu já era assim, não vou mudar.”


Mentira, se você é racista, misógino, machista, nazista, ou alguma outra coisa assim, que vê os outros como inferiores, ou desmerece as pessoas por coisas que elas não escolhem, ou mesmo por escolhas dela, você está errado e deveria mudar, as pessoas são diferentes, tomam decisões diferentes e gostam de coisas diferente e isso faz o mundo ser um lugar incrível.

Agora, querer que você se pareça com ela, mude gostos pessoais, estilo ou filosofia de vida, seja religião, musicas e lugares que você gosta, tipos de filme, séries e livros, ou etc., não rola, vocês podem ter gostos diferentes, é bacana quando isso acontece, mas quando os dois se abrem e conhecem o mundo um do outro. Você gosta de rock, a outra pessoa de ficção cientifica, bora ouvir musicas juntos e conhecer novos filmes, comentar sobre isso, ser sinceros e tentar aceitar e compartilhar bons momentos fazendo isso.

Você é gordo/a. Você é lerdo/a. Você devia fazer isso ou aquilo ao invés daquela outra coisa. Você precisa fazer isso do jeito que eu faço, por que o seu jeito está errado. Você não pode ir lá, por que eu não gosto. Você não pode ver isso, por que eu não quero. Frases assim são comuns, no dia a dia e são erradas. São abusivas, fazem mal para o seu psicológico e temos uma geração de pessoas com psicológicos fudidos e acabados, sem autoestima, sem forças, por que as pessoas insistem em dizer que você não é bom o suficiente.

Tenho ex-colegas de faculdade, que se sentiam mal, pois professores faziam questão de rebaixar seus conhecimentos, caramba eu me sentia um lixo por causa de alguns professores, que tinham um enorme prazer em pisar e dizer que eram melhores, tipo, oi? Claro que você é melhor, se não por que diabos estaria lecionando? Você estudou muito mais que eu!

Tenho uma amiga, uma irmã de outro ventre, que se afastou de mim, por causa do ex, as coisas que ele fazia antes de se conhecerem, os lugares que ele ia antes dela, não eram para ela, então, ele parou de ir, se afastou dos amigos e tal, mas o que ela gostava, onde ela ia, ele não gostava, então, pararam de ir também, entre muitas cosias que aconteceram e coisas que eu disse para ela, acabou que eu não era mais tão bem vinda assim como amiga para eles e fui afastada, hoje, eles terminaram, ela esta com outra pessoa, muito feliz e tudo voltou ao normal. Yeah!!!

Tive um emprego ruim, onde meu ex-patrão as vezes descontava em mim, coisas que o incomodavam, eu era a primeira pessoa que ele via quando chegava no escritório, as vezes eu fazia coisas erradas, não sou perfeita, as vezes era stress demasiado e sobrava para todo mundo. Agora tenho visto uma relação assim de perto, mas com outra pessoa. Onde o sujeito X quer que o sujeito Y seja uma copia dele, o problema é que X muda de ideia muito fácil e ele quer coisas diferentes a cada pouco tempo, e que nada está bom para ele. O que acontece? Y começa as coisas, já imaginando o que vai dar errado, o que o outro vai reclamar, seja demora, seja por que não gostou, por que mudou de ideia ou o que for, logo não há motivação no mundo para Y, e claro que tudo vai ser pior do que poderia, visto a carga negativa desde o inicio do processo. Isso é abuso, emocional e psicológico.


(-Você está bem?
-Não...)

Enfim, existem tantas cosias que fazem mal, tantos casos de abuso, se te faz mal, se afaste, se uma pessoa quer que você mude quem você é, o que você gosta, seu jeito de fazer as coisas e tudo mais sobre você, para agradar ela, para parecer com ela, é abuso, se afaste. Está liberado não estar bem o tempo todo, mas lembre-se dos amigos, da família e desabafe com eles e ouça o que eles te dizem! Em grande parte dos casos, amigos e família te amam e te querem bem, querem você saudável e feliz, se abram com eles e fujam pras montanhas de pessoas tóxicas.

Algumas pessoas só se sentem bem na vida, quando as pessoas em volta dela estão na pior, pois elas são tão infelizes, tão inferiores, tão medíocres, que só assim para pensarem que estão bem. Fuja disso, não deixe a baixa-estima de ninguém afetar a sua vida.

Beijos de luz e até a próxima.

Nós acompanhe também:

Nenhum comentário:

Postar um comentário