18.6.18

Dentro de Mim por Tainan Amorim

Hey Guys
Que semana maluca eu tive, fiquei fora de casa quase 2 semanas, corri igual louca atrás de emprego, fiz entrevistas, tive crise de ansiedade e de estomago.. ufs, várias coisas, rezei pra semana acabar de uma vez. 
E vocês, como passaram a semana? Desculpem o sumiço, foram vários motivos... 
Mais vou recompensar, juro. 

Então, vamos de texto hoje? VAMOS


Dentro de Mim

Quando tenho inúmeros motivos para chorar, e prendo as lágrimas dentro de mim, me sinto nublada. 
Sem mais, nem menos. Nem sol, nem tempestade
E acredito, que isso seja pior...

 Vejo uma tempestade vindo, e ao mesmo tempo me lembro de que não verei o sol antes de enfrentar o drama. 
Também acredito que seja pior, pois é um céu feio comparado pelas cores que brincam com o por/nascer do sol. 

Tudo está assim, até de repente se desequilibrar. 
O trovão me atormenta, como um grito. E então eu choro, as lágrimas correm pelos meus olhos sem darem previsão de sua próxima ausência. Sinto meu rosto totalmente molhado, e minha boca tão seca, que minha garganta começa a doer. Minha voz se cansa de estar calada, e então eu 
soluço até me cansar. 

Cansei. 
Foi por isso que parei de chorar, e não porque meus sofrimentos já foram sentidos. Isso cansa. 
Eu percebo que a chuva parou, de repente, mas ainda sinto alguns pingos em minha janela, esse barulho me faz repousar. E aguardar até a próxima tempestade chegar!

Por Tainan Amorim


Nós acompanhe também:

Nenhum comentário:

Postar um comentário