9.10.18

A Freira (The Nun)

Hey Guys, como estão? 
Prontos para essa indicação? Porque eu morri de medo, tremi legal haha 

Estava querendo ir ver esse filme desde seu lançamento e cá entre nós, valeu a pena mesmo com 50% dos meus amigos dizendo que era ruim e os outros 50% dizendo o contrario. 

O Filme lançou no dia 7 de setembro, eu tava bem ansiosa desde quando o filme foi citado como um possível lançamento. 
A Freira (The Nun) é um filme que segure muito bem a linha de filmagem dos seus antecessores (ou seja, Invocação do Mal)


A fotografia é pálida e de cores beeeeem sombrias. Os cenários são bem amplos, lindos como só a Romênia poderia ser, e até mesmo os corredores mais simples e isolados da Abadia são bonitos de se ver... São raros os momentos onde podemos ver cores mais vividas, mais também quando as vemos valem a espera. 

No quesito maquiagem e efeitos eu gostei e muito, a maquiagem logo no inicio já me deixou bastante surpresa, a perfeição sabe? 


A trilha sonora não é extremamente variada, mas cumpre seu papel direitinho até nos momentos de clichês do gênero que, sim, temos bastante por aqui.

Apesar da premissa ser um pouco diferente dos filmes que costumamos ver, a ideia de lugar amaldiçoado e perigo eminente estão ali. Os primeiros 20 minutos do filme contribuem demais pra criar uma expectativa sobre o que vai vir pra frente. O problema começa depois desses 20 minutos de "subida"


Não estou desmerecendo o filme, longe disso. Mas infelizmente o longa acaba caindo em uma "armadilha" própria com o desenvolvimento. Mistérios não tão misteriosos assim, fatos sendo explicados fácil e rápido demais a sequência quase que ininterrupta de jump scares e sustos.

Pra quem curte um terror mais visual, vai amar! Mas pra quem curte a parte do "medo do desconhecido" e terror psicológico, talvez possa ficar um pouquinho decepcionado e isso atrapalhe na sua imersão ao filme..


Quanto aos personagens, a protagonista com toda certeza foi o personagem mais acertada ali.
A atriz (Taissa Farmiga) passa uma verdade muito grande e uma atuação muito boa. Já o nosso querido Jonas Bloquet (o Francês que na verdade é franco canadense) é o alívio cômico beirando a comédia pastelão. É um bom personagem, e por muitas vezes nos causa risos até mesmo involuntários (risos estes que, não sei dizer se eram tão necessários ali). Demian Bichir (o Padre) infelizmente é o que mais me incomoda ali. No inicio do filme eu gostei do personagem, mas com o desenrolar... Seu papel talvez tenha sido um pouco inútil, achei a atuação boa, porém o papel fraco, achei que ficou muito envolvido no seu próprio medo sabe? 


Em resumo, o filme é realmente bom, vale a pena ser visto, princialmente considerando todas as ligações que ele tem com Invocação do Mal, a junção das historias ficou ótima. (assiste pra entender do que eu estou falando...)
Se prepare pra muitos sustos, talvez mais do que história... mais nesta questão achei a história bem desenvolvida (apesar de corrida) e explicativa. 

Com certeza não supera Invocação do Mal (ambos) mais acho que ficou na mesma media de Annabele, a criação do Mal (podem conferir o que achei sobre o filme AQUI) 

Para aqueles que como eu curtem filmes do gênero é com certeza uma boa experiencia, mais assista preparado se você criou altas expectativas. 
Fiquei um pouco "decepcionada" em alguns pontos, mais também surpresa em vários outros... 

Vale a pena assistir!
Se já viu, me conta o que achou nos coments.

✩✩✩✩✩


Nós acompanhe também:

Nenhum comentário:

Postar um comentário