10.11.18

Noble, My Love e o relacionamento abusivo

Antes de falar em específico do dorama que dá nome ao post, eu gostaria de esclarecer alguns pontos, caso alguns leitores ainda não saibam o que é um dorama, já que, se trata de algo que ainda está começando a se popularizar no Brasil. 

Doramas são basicamente séries asiáticas, mas essa classificação pode ter variação. Já que, é muito comum chamar de doramas apenas os J-Dramas, que seriam os dramas japoneses. Desta forma, teríamos o k-drama (drama coreano), taí-drama (drama tailandeses), que também é conhecido como lakorn, etc. Digo, desta maneira para generalizar, pois, são muitas as subdivisões, sendo baseadas no país que deu origem a série. 

Os doramas tem algumas características bem específicas, como por exemplo a duração. É muito raro você encontrar um dorama que tenha uma duração menor de 45 – 60 minutos. E geralmente, têm em torno de 16 – 20 episódios, tendo raras exceções. 

Há recentemente, uma popularização de doramas com uma duração menor, que também podem ser chamados de WebDramas, como o que será analisado. Falo recente, pois, caso você seja familiar aos doramas há mais de cinco anos, você deve se lembrar que produções com uma duração menor do que o que foi mencionado antes não era o comum. Dá mesma forma, que cinco anos atrás o processo para ter acesso a este tipo de série era mais complicado. 

Bom, feita a introdução, irei falar agora do dorama.


Resumo: Noble, My Love é um dorama coreano de 2015, que tem 20 episódios, os quais variam entre 15 e 20 minutos. O dorama está disponível na Netflix.

O dorama trata de Yoon-Seo (Kim Jae Kyung), que é uma veterinária bastante esforçada, que voltando de um chamado noturno acaba encontrando e salvando Lee Kang Hoon (Sung Hoon), após ele sofrer um ataque, este é um CEO de uma empresa, além de ser (absurdamente) rico.


Após ser salvo por Yoon-Seo, Lee Kang Hoon, aguarda o contato da veterinária para poder recompensá-la, e como ela não o faz, vai até sua clínica, afim de compensá-la. Como Yoon-Seo, que conseguiu sua clínica com trabalho duro e, financiamentos, não aceita a compensação que Lee Kang Hoon propôs, a compensação por salvar sua vida, seria uma clínica em um bairro caro, o CEO compra o prédio que Yoon-Seo tem sua clínica, e lhe dá um prazo para que o desocupe.

Yoon-Seo somando suas dívidas, enquanto tenta manter sua clínica

Vendo seu sonho ser ameaçado, Yoon-Seo, aceita a oferta do novo local para a sua clínica. E assim, depois de alguns contratempos, eles acabam desenvolvendo um relacionamento por contrato, para que o CEO se livre da pressão de sua mãe e, acabando por firmar um (real) compromisso. 

Eu farei qualquer coisa! 

Minha opinião: Quando decidi assistir Noble, My Love foi por puro impulso de achar um dorama curtinho que se encaixa no que eu precisava para me distrair, porque eu estava fazendo muitas provas, participando de processo seletivo, etc., e a princípio eu achei a ideia interessante, pois, realmente gosto quando a protagonista tem uma profissão bacana e deixa bem claro que vai lutar ao máximo por seus sonhos, e não ligo muito para os clichês dos doramas, como o fato frequente do protagonista ser um CEO ou absurdamente rico. 

Venha para mim.

Mas, o que realmente me decepcionou foi a falta de empatia e, total desprezo pela independência que Lee Kang Hoon tem por Yoon-Seo. Ele simplesmente não liga! Como dito anteriormente, após a recusa da oferta de uma clínica em um local caro, ele a ameaça, além de menosprezar o esforço que ela fez para conseguir se graduar. 

Yoon-Seo dormindo em sua clínica

Há assim, o início de um relacionamento abusivo, em que o homem passa a controlar todos os aspectos da vida da mulher, até mesmo pedindo que está se afaste de seus amigos (mesmo que esses amigos não fossem muito bons). 

Não há qualquer evolução por parte de Lee Kang Hoon durante o dorama. Ele consiste, desde o início, em um sujeito egocêntrico, controlador e, que acredita que tudo pode ser resolvido com seu status ou dinheiro. Mesmo o fato dele passar a ser “carinhoso” com Yoon-Seo, não deixa de ser uma moeda de troca para que ele afirme ainda mais seu controle por ela. 

Eu tenho meus olhos você no minuto que eu acordo. Então, tenha seus olhos em mim também. 

O refresco do dorama é ver quando a Yoon-Seo está exercendo sua função de veterinária, ou está demonstrando todo o seu carinho para a sua gata (que a meu ver, rouba a cena várias vezes). Mas, mesmo esse refresco para mim não compensa ficar com uma veia pulsando na testa a maior parte do tempo.

Olá, aqui é a Dra. Cha, que está disponível das 07:00 as 00:00.

Para ser bem franca, eu fechei o dorama por pura e simples força do ódio, pois acredito que para eu ter realmente uma opinião plena e fundamentada em uma série, filme ou livro, eu tenho de ter consumido. É muito desconcertante se deparar com obras que tratam de relacionamentos abusivos dessa forma, em que a mulher não tem um momento de reflexão sobre seu relacionamento e, que acredita que essa postura autoritária e controladora é um comportamento típico de um homem apaixonado. Quase um príncipe encantado. Crenças como esta estão tão interligadas na sociedade que leva um tempo para consigamos percebê-las, e sempre que elas aparecerem é necessário que questionemos. 

Nós acompanhe também:

Nenhum comentário:

Postar um comentário