14.3.19

Chuva em terra de sertão

Hoje o dia amanheceu choroso com a sensação de que acumulou durante muito tempo um aperto no peito até que não aguentou e finalmente transbordou.
Não é mais um daqueles temporais de verão que chove forte no máximo por uma hora e destrói tudo em pouco tempo.

imagem: google

Já passa das dez da manhã e a chuva continua com a mesma intensidade de quatro horas atras.
Senti inveja por esse auto controle, nunca soube lhe dar com isso, sou exagerada, vivo aos extremos, horas transbordo em excesso horas seco feito solo infértil.
Estou seca a tanto tempo que meu coração se transformou em um sertão pedindo por chuva.
Não soube lhe dar com o seu temporal, por isso fui embora. Talvez se eu tivesse esperado a tempestade passar poderia ter pelo menos seu arco-íris hoje para me alegrar.
Mas já não há resquícios de esperança de água para essa terra seca e infértil que se tornou meu coração.
Fico aqui olhando pela janela a chuva chorar suas dores, admirando quem sabe ser chuva em terra de sertão.

Por: Tainan Amorim


Nós acompanhe também:
 


Nenhum comentário:

Postar um comentário